Mundo & História
SpaceX se prepara para lançar nave secreta | Mundo & História
Crédito: SpaceX.

SpaceX se prepara para lançar nave secreta

O X-37B tem um quarto do tamanho do Space Shuttle; lançamento utilizando o Falcon Heavy da SpaceX está previsto para o dia 28.

Após vários adiamentos — o último ocorrido no dia 11 de dezembro —, tudo indica que o lançamento do foguete Falcon Heavy da SpaceX carregando a nave secreta X-37B deverá ocorrer no próximo dia 28 deste mês.

O X-37B, também conhecido por OTV (Orbital Test Vehicle) é uma nave robótica reutilizável, construída pela Boeing e baseada em grande parte no projeto do Ônibus Espacial (Space Shuttle). Era um projeto originalmente desenvolvido pela NASA em 1999 e tinha como objetivo realizar atividades autônomas em órbita — por exemplo, o reparo de satélites —, podendo ser transportado pelo próprio Ônibus; entretanto, o projeto foi depois transferido para a DARPA (Agência de Pesquisa e Projetos Avançados da Defesa) em 2004 e passou a ser considerado secreto, recebendo modificações que visaram dar-lhe mais flexibilidade. Seu lançamento poderia ser realizado através de foguetes convencionais e sua autonomia no espaço foi incrementada.

Leia também: SpaceX lança sua 90ª missão espacial do ano

A nave obtém energia elétrica para suas operações por meio de baterias que são recarregadas por painéis solares que se desdobram ao atingir sua órbita e hoje pode utilizar um módulo de serviço com consumíveis acoplado em sua traseira que permite estender a duração de suas missões.

Voos de teste e a entrada da SpaceX

Entre 2005 e 2006, foram realizados vários voos de teste soltando-se de aviões um protótipo (o X-37A) a grande altitude. Com os dados coletados, a DARPA passou a desenvolver o projeto do X-37B, incorporando modificações resultantes do que se aprendeu com os testes. O X-37B tem um quarto do tamanho do Ônibus Espacial e utiliza boa parte de sua infraestrutura legada no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, e na base militar de Vandenberg, na Califórnia. Foram construídas duas unidades do X-37B, que tem uma massa de cerca de cinco mil quilos no lançamento. Existem planos para a construção do X-37C, uma versão que poderá chegar a quase o dobro do tamanho do X-37B e transportar até seis astronautas.

O primeiro lançamento de um X-37B (missão OTV-1) ocorreu em 22 de abril de 2010, transportado por um foguete Atlas V. O X-37B permaneceu 224 dias no espaço, retornando de forma autônoma à base de Vandenberg. Desde então, o X-37B realizou mais cinco voos de duração crescente. O último, com duração de 908 dias, ocorreu de 17 de maio de 2020 a 12 de novembro de 2022. Todos os lançamentos até agora utilizaram o foguete Atlas V, com exceção do penúltimo (missão OTV-5), em maio de 2020, onde foi utilizado um foguete Falcon 9 da SpaceX.

Leia também: NASA quer perfurar luas para procurar por vida alienígena

E é novamente a SpaceX que vai realizar o próximo lançamento, desta vez utilizando um foguete Falcon Heavy, com capacidade de atingir órbitas muito mais altas do que os foguetes convencionais. Isto parece indicar que será feito algum teste de levar o X-37B às proximidades das órbitas geoestacionárias, onde os satélites acompanham a velocidade de rotação da Terra e parecem ficar “parados” sobre um local; essa capacidade já era exigida no projeto do X-37B. O lançamento será realizado no Centro Espacial Kennedy a partir do Pad 39-A, que tem uma rica história de lançamentos dos projetos Apollo, Skylab e Space Shuttle.

Especulações sobre os objetivos da nave secreta

Como tudo o que diz respeito ao “mini-shuttle” é secreto, seus objetivos são alvo de especulação por especialistas: ele poderia realizar missões de espionagem, teste de armamentos (embora os Estados Unidos sempre tenham negado terem realizado atividades do tipo), experimentos científicos e muito mais.

É sempre bom lembrar que a China lançou um veículo semelhante no dia 14 de dezembro passado, e isso talvez possa até explicar os adiamentos no lançamento do X-37B (embora oficialmente estes tenham ocorrido por motivos relacionados ao mau tempo e necessidade de verificação adicional de alguns equipamentos de terra). A nave chinesa, também secreta, é monitorada ativamente e parece ter lançado alguns satélites que têm transmitido um padrão repetitivo de sinais.

O poderoso Falcon Heavy da SpaceX

O foguete Falcon Heavy é hoje um dos foguetes mais potentes em operação: com um primeiro estágio formado pela junção de três foguetes Falcon-9, ele é capaz de lançar cerca de 64 toneladas de carga útil para a órbita baixa terrestre, ou uma carga menor para órbitas mais altas. Em seu famoso primeiro lançamento de teste, o Falcon Heavy levou para órbita um carro Tesla Roadster de Elon Musk, que depois foi impulsionado pelo segundo estágio para uma órbita solar próxima à de Marte. Os foguetes auxiliares laterais (boosters) normalmente são recuperados para reutilização, assim como acontece com os convencionais Falcon-9. Para o lançamento previsto para o dia 28, os boosters são foguetes Falcon-9 já utilizados e reaproveitados.

SpaceX se prepara para lançar nave secreta | Mundo & História
Primeiro lançamento do Falcon Heavy / Foto: Wikimedia.

Já foram lançados oito Falcon Heavy até agora, com 100% de sucesso. A NASA o utilizou no lançamento da sonda Psyche (a que transmitiu via laser o vídeo do gatinho há poucos dias) e já fez a reserva para o lançamento da Europa Clipper, a sonda que vai investigar a gelada lua de Júpiter onde se espera encontrar as condições para aparecimento e manutenção de vida. Este lançamento está – por enquanto – previsto para outubro de 2024 e a sonda deverá chegar por volta de abril de 2030. Mas este é assunto para outro artigo…

O lançamento do X-37B a bordo do Falcon Heavy poderá ser acompanhado ao vivo através de vários canais de transmissão independentes no YouTube e através do canal da SpaceX no X (ex-Twitter).

Mundo & História está no Instagram, WhatsApp, X, Facebook, Telegram e Google Notícias. Não deixe de nos acompanhar por lá!

Paolo Fabrizio Pugno

Paolo Fabrizio Pugno é engenheiro eletricista e apaixonado por tudo relacionado à exploração do espaço. É autor do livro "Ano 2023: Missão Europa" (1982) e de diversos contos de FC publicados na revista Histórias Extraordinárias.

Do passado ao futuro. Dos confins do universo às profundezas do mar. Mundo & História é um portal de notícias focado essencialmente em conteúdos de teor científico, curioso e histórico.