Mundo & História
NASA quer perfurar luas para procurar por vida alienígena | Mundo & História
Imagem conceitual de um criobot invadindo o oceano de Europa em busca de sinais de vida. Crédito: NASA/JPL-Caltech.

NASA quer perfurar luas para procurar por vida alienígena

Agência espacial planeja enviar criobots para as luas de Júpiter e Saturno a fim de buscar sinais de vida em supostos oceanos extraterrestres.

A NASA anunciou recentemente que está buscando novos métodos para procurar por vida alienígena (não necessariamente inteligente) fora da Terra. Para isso, uma das ideias é utilizar um criobot (ou cryobot, em inglês) – uma sonda cilíndrica que utiliza o calor para derreter superfícies gélidas abaixo dela – para perfurar camadas de gelo nas luas de Júpiter e Saturno.

Os “alvos” das perfurações seriam mais precisamente Europa, uma lua de Júpiter, e Encélado, uma lua de Saturno. Ambas são cobertas por densas camadas de gelo. Com a perfuração realizada, o objetivo seria fazer o criobot investigar o que há no interior. Para a NASA, há grandes oceanos abaixo dessas camadas. A agência espacial vai além e diz acreditar que exista mais água líquida nas duas luas do que em todos os oceanos do planeta Terra somados.

Algumas questões importantes sobre os criobots

A ideia da perfuração e do uso de um criobot para isso nasceu de um workshop realizado no Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), nos Estados Unidos, e ganhou força entre os cientistas. “O potencial para a detecção direta de vida noutro mundo parece mais possível do que nunca”, acredita a NASA, animada com a repercussão entre os pesquisadores.

NASA quer perfurar luas para procurar por vida alienígena | Mundo & História
Conceito de criobot da NASA chamado ‘Probe using Radioisotopes for Icy Moons Exploration’ (PRIME), implantando minúsculos robôs no oceano, quilômetros abaixo de um módulo de pouso na superfície congelada de um mundo oceânico. Crédito: NASA/JPL-Caltech.

Criobots já são usados na Terra para a exploração de geleiras. Mas um criobot como conhecemos hoje seria capaz de atravessar as densas e muito mais frias camadas das duas luas? E, após as perfurações, a sonda conseguiria suportar as pressões de tais oceanos extraterrestres?

Leia também: NASA revela novo traje espacial que astronautas devem usar na Lua

Para alcançar o sucesso dentro de questões como essas, a NASA espera desenvolver um sistema nuclear que faça com que o criobot derreta as massas de gelo com mais eficiência. Ainda não há previsão para quando o plano será posto em prática.

Mundo & História está no Instagram, WhatsApp, X, Facebook, Telegram e Google Notícias. Não deixe de nos acompanhar por lá!

Mario Cavalcanti

Jornalista pioneiro no campo da internet brasileira, Mario Cavalcanti começou a trabalhar com conteúdo online em 1996, tendo passado por portais de destaque como Cadê?, StarMedia Brasil, iBest, Globo.com e Click21. Gosta de assuntos como mistérios, criptozoologia, expedições e descobertas científicas. É editor do portal Mundo & História e também coeditor da revista de contos Histórias Extraordinárias, da Editora Mundo.

Do passado ao futuro. Dos confins do universo às profundezas do mar. Mundo & História é um portal de notícias focado essencialmente em conteúdos de teor científico, curioso e histórico.