Mundo & História
Tubarão-da-Groenlândia com 518 anos faz rara aparição no Caribe | Mundo & História
Foto: Reprodução.

Tubarão com 518 anos faz rara aparição no Caribe

Animal é o mais velho do planeta; sua espécie está entre as maiores do mundo e se aproxima em tamanho dos imponentes tubarões brancos.

Nas águas cristalinas próximas ao Belize, no Caribe, um acontecimento cativou recentemente a atenção dos biólogos marinhos: o tubarão-da-Groenlândia, um vertebrado notável por sua longevidade, foi avistado em uma área incomum, desafiando as expectativas e acrescentando um novo capítulo à sua incrível saga que já abrange mais de meio milênio.

Podendo atingir até 6,4 metros de comprimento e pesar até mil quilos, a espécie está entre as maiores do mundo e se aproxima em tamanho dos imponentes tubarões brancos. Já a respeito de sua mobilidade, o tubarão-da-Groenlândia é conhecido por se locomover devagar. Seu nome científico, Somniosus microcephalus, pode ser traduzido como “sonolento de cabeça pequena”.

Como foi o encontro

Durante uma expedição para marcar tubarões-tigre, uma equipe de biólogos se deparou com um exemplo único de tubarão-da-Groenlândia, com impressionantes 518 anos de idade, nascido por volta de 1505. A descoberta proporcionou um raro vislumbre desta espécie – que normalmente habita águas frias – adaptada a climas mais frios.

O tubarão-da-Groenlândia é conhecido por sua presença em ambientes com temperaturas mais baixas, o que torna sua aparição em uma região atípica, a milhares de quilômetros de seu habitat tradicional, ainda mais intrigante. A inesperada migração oferece aos cientistas uma oportunidade única de estudar a adaptabilidade desta espécie a diferentes ambientes e compreender os fatores que impulsionam tais movimentos.

Tubarões da espécie costumam viver por mais de 400 anos

Uma pesquisa liderada pelo biólogo marinho Julius Nielsen, da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, revelou que os tubarões da Groenlândia têm a notável capacidade de viver mais de 400 anos. Estes estudos aprofundados forneceram informações valiosas sobre a biologia e o ciclo de vida desta espécie, mas a recente descoberta abre novas portas para a compreensão da sua longevidade e como se mantém ao longo dos séculos.

Leia também: Trabalhadores filmam encontro assustador com jacaré no esgoto

A redescoberta deste antigo tubarão oferece uma oportunidade de os cientistas estudarem não só a extraordinária longevidade da espécie, mas também a sua capacidade de adaptação a diferentes ambientes marinhos. A marcação dos tubarões-tigre, inicialmente objetivo da expedição, transformou-se agora numa investigação mais abrangente sobre a ecologia e o comportamento destes notáveis ​​habitantes dos mares.

A beleza da longevidade

Com mais de cinco séculos de existência, o tubarão-da-Groenlândia torna-se um testemunho vivo da história do oceano. Cada marca nas suas barbatanas representa uma era, um capítulo na evolução marinha que transcende as alterações climáticas e os desafios ambientais. A sua longevidade não só fascina os cientistas, mas também inspira um profundo respeito pela resiliência da vida marinha.

O aparecimento do tubarão-da-Groenlândia nas águas de Belize não é apenas um acontecimento isolado; é um lembrete da imprevisibilidade e da maravilha da natureza.

Mundo & História está no Instagram, WhatsApp, X, Facebook, Telegram e Google Notícias. Não deixe de nos acompanhar por lá!

Mario Cavalcanti

Jornalista pioneiro no campo da internet brasileira, Mario Cavalcanti começou a trabalhar com conteúdo online em 1996, tendo passado por portais de destaque como Cadê?, StarMedia Brasil, iBest, Globo.com e Click21. Gosta de assuntos como mistérios, criptozoologia, expedições e descobertas científicas. É editor do portal Mundo & História e também coeditor da revista de contos Histórias Extraordinárias, da Editora Mundo.

Do passado ao futuro. Dos confins do universo às profundezas do mar. Mundo & História é um portal de notícias focado essencialmente em conteúdos de teor científico, curioso e histórico.