Mundo & História
Astronautas dizem que o espaço cheira a 'churrasco queimado' | Mundo & História
Foto: Pexels.

Astronautas dizem que o espaço cheira a ‘churrasco queimado’

Odor do espaço também já foi comparado a solda de metal ou pólvora gasta; conheça as teorias por trás do inusitado cheiro.

Astronautas que já retornaram de viagens espaciais costumam descrever um odor de churrasco queimado ou carne assada no espaço. Outros já descreveram o cheiro como pólvora gasta ou solda de metal. O mais curioso é que a maioria relatou que gostou do cheiro inusitado.

Uma teoria é que o cheiro resultaria de raios ultravioleta do Sol, desencadeando uma reação química com o oxigênio que flutua ao redor da Estação Espacial Internacional. Outra é que o odor viria de moléculas liberadas em explosões estelares.

Leia também: NASA quer perfurar luas para procurar por vidas alienígenas

É evidente que os astronautas não retiram seus capacetes enquanto fora das naves para sentirem o cheiro do espaço. Os relatos são baseados nos odores que ficam nos trajes após uma caminhada espacial – expressão utilizada para dizer que o astronauta saiu da nave para realizar algo do lado de fora.

Loção com cheiro de espaço

Os curiosos relatos fizeram tanto sucesso que o cheiro foi transformado em uma loção pós-barba chamada de Eau de Space. A mente por trás da fragrância é Steve Pearce, um ex-químico da NASA. O produto tornou-se realidade graças a uma campanha iniciada na plataforma de financiamento coletivo Kickstarter para viabilizar o projeto.

O objetivo com o Eau de Space seria utilizá-lo em treinamentos, preparando astronautas para o que eles viriam a sentir no espaço. Ou seja, acostumados com o cheiro, não causaria estranheza no futuro, quando estiverem em uma missão.

Via Daily Star e R7.

Mundo & História está no Instagram, WhatsApp, X, Facebook, Telegram e Google Notícias. Não deixe de nos acompanhar por lá!

Mario Cavalcanti

Jornalista pioneiro no campo da internet brasileira, Mario Cavalcanti começou a trabalhar com conteúdo online em 1996, tendo passado por portais de destaque como Cadê?, StarMedia Brasil, iBest, Globo.com e Click21. Gosta de assuntos como mistérios, criptozoologia, expedições e descobertas científicas. É editor do portal Mundo & História e também coeditor da revista de contos Histórias Extraordinárias, da Editora Mundo.

Do passado ao futuro. Dos confins do universo às profundezas do mar. Mundo & História é um portal de notícias focado essencialmente em conteúdos de teor científico, curioso e histórico.