Mundo & História
População de pandas selvagens da China se aproxima de 1.900 | Mundo & História
Panda gigante Qiao Yue no parque temático animal Locajoy, no sudoeste da China, em 3 de janeiro de 2024. (Xinhua/Wang Quanchao)

População de pandas selvagens da China se aproxima de 1.900

País asiático tem adotado várias medidas para proteger os animais; pandas selvagens são considerados um tesouro nacional.

A população de pandas gigantes (Ailuropoda melanoleuca) na China é atualmente de cerca de 1.900 indivíduos, aumentando de cerca de 1.100 na década de 1980, informou a Administração Nacional de Florestas e Pastagens na quinta-feira (25).

De acordo com Zhang Yue, funcionário da entidade, o aumento significativo se deve em grande parte aos esforços intensificados de proteção da China – de fato, o país tem adotado várias medidas para proteger estes animais, que são considerados um tesouro nacional e um símbolo da conservação da vida selvagem.

Parque abriga cerca de 72% dos pandas selvagens

O Parque Nacional do Panda Gigante foi estabelecido em outubro de 2021, cobrindo uma área total de mais de 22 mil quilômetros quadrados e abrigando cerca de 72% dos pandas gigantes selvagens com proteção significativa, disse Zhang.

As áreas protegidas do habitat do panda gigante aumentaram de 1,39 milhão de hectares para 2,58 milhões de hectares desde 2012, mantendo efetivamente a segurança e o desenvolvimento sustentável da população de pandas selvagens, segundo dados da administração.

Leia também: Panda gigante que retornou à China encontra o público

Entre as medidas de pandas adotadas pelo país asiático estão criar e expandir reservas naturais para preservar o habitat dos pandas (que dependem do bambu como principal fonte de alimento) e apoiar a pesquisa científica e a educação ambiental sobre os pandas e seus ecossistemas.

Com informações da agência Xinhua.

Mundo & História está no Instagram, WhatsApp, X, Facebook, Telegram e Google Notícias. Não deixe de nos acompanhar por lá!

Mario Cavalcanti

Jornalista pioneiro no campo da internet brasileira, Mario Cavalcanti começou a trabalhar com conteúdo online em 1996, tendo passado por portais de destaque como Cadê?, StarMedia Brasil, iBest, Globo.com e Click21. Gosta de assuntos como mistérios, criptozoologia, expedições e descobertas científicas. É editor do portal Mundo & História e também coeditor da revista de contos Histórias Extraordinárias, da Editora Mundo.

Do passado ao futuro. Dos confins do universo às profundezas do mar. Mundo & História é um portal de notícias focado essencialmente em conteúdos de teor científico, curioso e histórico.