Mundo & História
NASA apresenta o X-59 QUESST, sua proposta para um avião supersônico silencioso | Mundo & História
Divulgação. (NASA/Lockheed Martin)

NASA apresenta o X-59 QueSST, sua proposta para um avião supersônico silencioso

Aeronave experimental foi desenvolvida por uma divisão da Lockheed Martin, famosa pelos projetos audaciosos e soluções inovadoras.

A NASA apresentou na sexta-feira (12), em uma cerimônia realizada em Palmdale, na Califórnia, o projeto X-59. Trata-se de uma aeronave experimental (como todos os projetos “X”) desenvolvida pela divisão “Skunkworks” da Lockheed Martin, famosa pelos projetos audaciosos e suas soluções inovadoras.

O X-59 é um projeto que visa o desenvolvimento de aeronaves supersônicas “silenciosas” – uma aeronave, ao voar acima da velocidade do som, provoca um forte ruído de estampido, chamado de “baque sônico” (em inglês, “sonic boom”), que pode assustar as pessoas e animais. Esse estampido pode atingir 110 decibéis (intensidade de uma buzina de carro próxima ao ouvinte, por exemplo) e por isso em vários países do mundo foi banido o uso de aviões comerciais supersônicos sobre seu território.

Leia também: AS700: conheça as características do dirigível civil desenvolvido pela China

Ao próprio Concorde, o primeiro avião supersônico comercial da História, só era permitido voar em modo supersônico sobre o oceano, o que limitava suas rotas a cidades costeiras – esse foi um fator importante na baixa utilização do avião, até ser definitivamente retirado de serviço após o trágico acidente em julho de 2000. As aeronaves militares, por motivos óbvios, não estão sujeitas a esta restrição.

O baque sônico do X-59 QueSST

O novo avião de pesquisas foi batizado de X-59 QueSST, numa abreviação de “Quiet Supersonic Technology” (ou “Tecnologia Supersônica Silenciosa”), e apresenta linhas alongadas e esguias, numa tentativa de domar o comportamento da onda de choque sônico. Muitos voos ainda serão realizados na fase de pesquisa, visando a otimizar sua performance e para que entendamos melhor as formas de controlar este fenômeno.

Embora o baque sônico não desapareça, espera-se que sua intensidade seja diminuída para aproximadamente 75 decibéis, uma intensidade de som que se aproxima à de um aspirador de pó ou alarme de relógio. Não é exatamente silenciosa, mas muito mais suportável.

Leia também: Primeiro avião elétrico chinês completa voo de teste com sucesso

A NASA é o órgão norte-americano que administra não só as pesquisas espaciais como as aéreas, e é nesta capacidade que desenvolve suas pesquisas visando o avanço tecnológico.

O vídeo da apresentação do avião pode ser assistido abaixo. O avião é apresentado aos 21 minutos.

Mundo & História está no Instagram, WhatsApp, X, Facebook, Telegram e Google Notícias. Não deixe de nos acompanhar por lá!

Paolo Fabrizio Pugno

Paolo Fabrizio Pugno é engenheiro eletricista e apaixonado por tudo relacionado à exploração do espaço. É autor do livro "Ano 2023: Missão Europa" (1982) e de diversos contos de FC publicados na revista Histórias Extraordinárias.

Do passado ao futuro. Dos confins do universo às profundezas do mar. Mundo & História é um portal de notícias focado essencialmente em conteúdos de teor científico, curioso e histórico.