Mundo & História
Antártida: competidores encaram maratona com 22 graus negativos | Mundo & História

Antártida: competidores encaram maratona com 22 graus negativos

Com ventos gelados e fortes, percurso de 42 quilômetros da Antarctic Ice Marathon foi concluído em 4 horas pelos participantes.

No último dia 13 de dezembro, quase 70 corredores decidiram entrar numa fria e aceitaram um desafio radical que não é para qualquer um: participar da Antarctic Ice Marathon, uma maratona supergelada realizada aos pés dos Montes Ellsworth – o mais alto conjunto de montanhas da Antártida.

O percurso de 42 quilômetros – com uma temperatura de 22 graus negativos e um vento gelado e forte – foi completado em 4 horas pelos homens e em 5 horas pelas mulheres. Tudo com o apoio de motos de neve, estações de ajuda e equipe médica, que estavam disponíveis durante toda a corrida.

Mais que uma maratona na Antártida

Diferentemente de outras maratonas, a Antarctic Ice Marathon ocorre no interior da Antártida, e não na Ilha do Rei George, fora do Círculo Antártico, e é organizada pelo mesmo grupo por trás da também anual North Pole Marathon.

A organização da Antarctic Ice Marathon trabalha a imagem da corrida como uma experiência para levar para o resto da vida. Isso explica a taxa de inscrição de pouco mais de vinte mil dólares. Os participantes viajaram de avião de ida e volta de Punta Arenas, no Chile, até o acampamento Union Glacier, no interior da Antártida. Durante toda a viagem, os competidores receberam acomodação e alimentação.

Leia também: O maior iceberg do mundo está se movendo

Ainda de acordo com a organização – e tendo em mente a abordagem da experiência de vida –, está incluído no pacote também fotos de alta qualidade de cada competidor em ação para uso pessoal, além de medalhas, camisetas e emblemas. A maratona-viagem termina com os competidores retornando a Punta Arenas no dia seguinte (que, nesse caso, foi no último dia 14 de dezembro).

Mundo & História está no Instagram, WhatsApp, X, Facebook, Telegram e Google Notícias. Não deixe de nos acompanhar por lá!

Mario Cavalcanti

Jornalista pioneiro no campo da internet brasileira, Mario Cavalcanti começou a trabalhar com conteúdo online em 1996, tendo passado por portais de destaque como Cadê?, StarMedia Brasil, iBest, Globo.com e Click21. Gosta de assuntos como mistérios, criptozoologia, expedições e descobertas científicas. É editor do portal Mundo & História e também coeditor da revista de contos Histórias Extraordinárias, da Editora Mundo.

Do passado ao futuro. Dos confins do universo às profundezas do mar. Mundo & História é um portal de notícias focado essencialmente em conteúdos de teor científico, curioso e histórico.