Mundo & História
Niijima: nova ilha vulcânica do Japão continua crescendo | Mundo & História
Reprodução / X.

Niijima: nova ilha vulcânica do Japão continua crescendo

O magma escaldante de uma recente atividade vulcânica entrou em contato com o oceano e explodiu, dando origem a Niijima; saiba mais.

Uma nova imagem do espaço mostra que uma ilha formada no final de outubro deste ano por fogo vulcânico no Oceano Pacífico, perto do Japão, ainda está emergindo do mar.

A recém-surgida ilha vulcânica, batizada de Niijima (“ilha nova”, em japonês) foi capturada pelo satélite Copernicus Sentinel-2 da Agência Espacial Europeia (ESA) no último dia 27 de novembro. O crescimento contínuo da ilha mostra que a atividade vulcânica submarina que deu origem à ilha na costa sul de Iwo Jima continua.

As origens de Niijima

Em um comunicado, a Universidade de Tóquio disse que as origens de Niijima podem ser rastreadas até uma erupção vulcânica que começou no dia 21 de outubro. Em 30 de outubro, entre 12h20 e 12h35 (horário local), o magma escaldante desta atividade vulcânica entrou em contato com o oceano e explodiu, formando pedaços de rocha de vários metros de comprimento e lançando-os a mais de 50 metros no ar.

Na medida em que esses escombros vulcânicos iam se acumulando e quebrando o mar a 1.200 quilômetros ao sul de Tóquio, a ilha ia se formando. O processo também foi fotografado do espaço pelo satélite Landsat-9 da NASA no dia 3 de novembro.

Novas erupções

Niijima continua ativa desde seu nascimento violento. Em 27 de novembro, a Guarda Costeira do Japão compartilhou imagens em sua conta do X (antigo Twitter) mostrando a ilha sendo sacudida por uma nova erupção vulcânica.

Apesar das novas explosões que aparecem no vídeo, a nova imagem de Niijima parece mostrar que a ilha recém-formada permanecerá intacta, pelo menos por enquanto.

Leia também: O maior iceberg do mundo está se movendo

Iwo Jima e sua nova ilha companheira, Niijima, estão localizadas em uma cadeia de vulcões submarinos que marcam o chamado “Anel de Fogo”, uma “ferradura” de 40 mil quilômetros que se estende desde a ponta sul da América do Sul, ao longo da costa da América do Norte, através do Estreito de Bering, passando pelo Japão e descendo até a Nova Zelândia.

Via Space.com.

Mundo & História está no Instagram, WhatsApp, X, Facebook, Telegram e Google Notícias. Não deixe de nos acompanhar por lá!

Mario Cavalcanti

Jornalista pioneiro no campo da internet brasileira, Mario Cavalcanti começou a trabalhar com conteúdo online em 1996, tendo passado por portais de destaque como Cadê?, StarMedia Brasil, iBest, Globo.com e Click21. Gosta de assuntos como mistérios, criptozoologia, expedições e descobertas científicas. É editor do portal Mundo & História e também coeditor da revista de contos Histórias Extraordinárias, da Editora Mundo.

Do passado ao futuro. Dos confins do universo às profundezas do mar. Mundo & História é um portal de notícias focado essencialmente em conteúdos de teor científico, curioso e histórico.